Empresa da Ford em Camaçari será desativada

Empresa da Ford em Camaçari será desativada


Ford anuncia fim da fabricação de automóveis no Brasil e reestrutura negócios na América do Sul

A produção de veículos da montadora americana será interrompida imediatamente nas fábricas da Bahia e de São Paulo. Demissões devem chegar a 5 mil. Veículos passarão a vir de Argentina e Uruguai

RIO - A multinacional americana Ford anunciou nesta segunda-feira que vai encerrar a fabricação de automóveis no Brasil e iniciar uma reestruturação de sua operação na América do Sul, o que deve resultar na demissão de 5 mil empregados no Brasil e na Argentina.


A produção será interrompida imediatamente em Camaçari (BA) e Taubaté (SP) no Brasil, com a fabricação de algumas peças continuando por alguns meses para sustentar os estoques para vendas de reposição.


Lauro Jardim: Ford recebeu R$ 20 bi em incentivos fiscais


Entre os motivos para a decisão, Lyle Watters, presidente da Ford na América do Sul, citou um "ambiente econômico desfavorável" agravado pela pandemia.


A montadora vai manter sua sede para a América do Sul no Brasil, mas passará a atender seus clientes na região com um portfólio de automóveis provenientes da Argentina, do Uruguai e de outros mercados, conforme a Ford Brasil for encerrando as operações de produção este ano.


Post apagado:Bolsonaro diz que empresas trocaram Argentina pelo Brasil, mas elas negam


A planta da Troller em Horizonte, no Ceará, continuará operando até o quarto trimestre de 2021. Como resultado, a empresa encerrará as vendas de EcoSport, Ka e T4 assim que os estoques forem esgotados.


A empresa tem 6.171 funcionários no brasil, dos quais 1.652 em Taubaté, 4.059 na Bahia e 460 no Ceará.


Fuga de cérebros:Pandemia acelera saída de profissionais qualificados para o exterior


Suporte aos clientes no país

A Ford informou que manterá operações completas de suporte aos clientes com vendas, serviços, peças de reposição e suporte de garantia no Brasil e na América do Sul.

A montadora também manterá seu centro de desenvolvimento de produtos na Bahia, seu campo de provas em Tatuí, no interior de São Paulo, e sua sede regional na capital paulista.


Lauro Jardim:Governo de SP não espera que outra montadora ocupe lugar da Ford em Taubaté


“Com mais de um século na América do Sul e no Brasil, sabemos que (essas) são ações muito difíceis, mas necessárias para criar um negócio saudável e sustentável”, disse Jim Farley, presidente mundial da Ford, em comunicado.


“Estamos mudando para um modelo de negócios enxuto e com poucos ativos, encerrando a produção no Brasil e atendendo aos clientes com alguns dos melhores veículos de nosso portfólio global", diz o texto.


'Faltam pessoas':Ministra de Portugal explica por que quer atrair brasileiros para interior do país



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem