Calleri chega ao Brasil para reforçar o São Paulo e diz: "Espero dar felicidade à torcida e ser feliz"

Rede de Rádios

Calleri chega ao Brasil para reforçar o São Paulo e diz: "Espero dar felicidade à torcida e ser feliz"

 


Torcedores do Tricolor recepcionaram o argentino cantando "toca no Calleri que é gol"; assista

Jonathan Calleri desembarcou no Brasil na madrugada desta quinta-feira para reforçar o São Paulo. Ao chegar no aeroporto internacional de Guarulhos, vindo de Madri, nas Espanha, o atacante falou sobre o retorno ao Tricolor.

– Estou muito feliz de estar aqui. Espero dar felicidade à torcida e ser feliz também – disse o argentino.

Alguns torcedores recepcionaram o reforço do Tricolor no saguão do aeroporto cantando: "ô, o Calleri voltou" e "ô ô ô, toca no Calleri que é gol". Assista no vídeo acima.

Mais notícias do São Paulo:
+ Quem vai ser titular? Reforços acirram disputa no elenco

O atacante foi para um hotel deixar as malas, tomar café da manhã e logo em seguida fará as primeiras avaliações no Tricolor, onde terá o primeiro contato com o técnico Hernán Crespo e os novos companheiros. Calleri, porém, ainda não participará de nenhuma atividade em grupo.

A expectativa é que o reforço inicie os treinamentos com os demais companheiros apenas na próxima semana. Caller não joga há pouco mais de quatro meses - sua última partida foi no dia 21 de abril, pelo Osasuña, da Espanha. Por enquanto, não há previsão de reestreia pelo Tricolor.

Anunciado como reforço na última segunda-feira, último dia da janela de transferências no Brasil, Calleri assinou contrato de empréstimo válido até 31 de dezembro de 2022, com opção de compra ao término do vínculo. Essa será a segunda passagem do atacante de 27 anos pelo Tricolor.

Em 2016, Calleri esteve por seis meses no Tricolor e foi o principal destaque no time semifinalista da Libertadores daquele ano. Naquela passagem, o argentino fez 16 gols em 31 jogos.

Calleri pertence ao Deportivo Maldonado, do Uruguai, mas passou por clubes como West Ham, da Inglaterra, e pelos espanhóis Las Palmas, Alavés, Espanyol e Osasuña desde que deixou o São Paulo.

O centroavante já estava na mira da diretoria tricolor há alguns meses. Em julho, o atleta chegou a ter negociação avançada com o clube, mas não houve acerto. Sem ofertas da Europa, Calleri e seus empresários voltaram a conversar com o Tricolor e acertaram a transferência.

+ Leia mais notícias sobre o São Paulo

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem