Funcionário da Defesa Civil é liberado após um mês de detenção

 


Tudo esclarecido e a inocência atestada pela polícia, Cristiano poderá retomar sua vida (Foto: Print | Vídeo | YouTube)

Cristiano Nunes dos Santos, funcionário da Defesa Civil de Camaçari, ganhou um presente de Natal e tanto: a liberdade. Após passar um mês detido, sob suspeita de participação em assassinato, Cristiano foi inocentado e pode deixar a cadeia, nesta sexta-feira (25)


No momento da saída, Cristiano, popularmente conhecido como Belzinho, falou sobre a sequência de acontecimentos que acarretou na sua prisão, reforçando que nunca teve nenhum tipo de relação com os verdadeiros autores do crime.


"Eu sou pai de família, trabalhador, funcionário público e produtor de eventos aqui na cidade. Venho aqui declarar que eu sou inocente, não tenho participação com crime nenhum, com facção alguma e entrei nessa aí por cauda de um carro que eu passei para outra pessoa e a pessoa sumiu, depois o carro veio e cometeu esses homicídios [sic]", declarou Cristiano, em vídeo gravado em frente à 18ª Delegacia Territorial (DT), em Camaçari e divulgado pelo Bahia no Ar.


Cristiano teve a prisão temporária por 30 dias autorizada pela justiça no final de novembro, para investigação de suposta ligação dele com um homicídio ocorrido no bairro Acajutiba, em abril de 2020.


O nome de Cristiano apareceu na investigação graças a um automóvel que ele vendeu, mas, não fez a transferência de propriedade, permanecendo legalmente responsável pelo veículo. Este automóvel foi utilizado pelos criminosos.


Agora, com tudo esclarecido e a inocência atestada pela polícia, Cristiano poderá retomar sua vida.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem