Mulher engana a justiça de Camaçari com falsas alegações

 Mulher engana a justiça da cidade de Camaçari alegando violência doméstica de ex-companheiro, na verdade a história não é essa a história verídica é que um pai de família Procurou a nossa equipe para relatar um suposto abuso sexual que sua filha sofreu com apenas 4 anos de idade, o pai se dirigiu até a residência da mãe e procurou saber a respeito do que aconteceu com a criança o pai da criança foi até o local para saber o porquê que a criança estava se queixando de fortes dores nas partes íntimas, o pai procurou saber da mãe e a mãe rapidamente veio com agressão  ofensas calúnia e difamação, agrediu o pai fisicamente e verbalmente o pai  gravou toda a confusão e passou o vídeo para nossa equipe, essa mesma usou a máquina da justiça para mentir a respeito do pai que só estava preocupado com bem-estar da sua filha foi até a justiça dizer que o pai tinha invadido a sua residência agredido e ameaçado coisa que não existe pois no vídeo nós verificamos que é o contrário foi ela que agrediu ela procurou a justiça alegando o contrário que o pai que agrediu ela, e pediu uma liminar para o pai ficar 100 metros de distância é afastado da mãe e da criança mas ela não relatou para justiça o que aconteceu realmente naquela situação que o pai foi procurar saber o porquê que a filha estava sentindo forte dores nas regiões íntimas e a mãe se revoltou e agrediu o pai e ainda foi mentir para justiça para colocar uma liminar que proíbe o pai de ver a criança, e nós pedimos encarecidamente a justiça de Camaçari que reveja essa situação, porque essa mulher usou da máquina pública da Justiça para se beneficiar usando a mentira ao seu favor.



Veja o vídeo da agressora que agrediu o pai de família que procurou saber a respeito da sua filha







Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem